Tratamentos de Fertilidade

Tratamentos de fertilidade podem ajudar casais que tem problemas para a fecundação.

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas, Dúvidas

O Milagre da Gravidez

Tratamentos para estimular a fertilidade começam a ser interesse de muitos casais que estão tentando engravidar e não obtém sucesso nos primeiros meses, mas antes de decidir por qual caminho tomar é interessante conhecer os principais tratamentos encontrados nas clínicas. Que fique claro, conhecer os tratamentos pode ajudar o casal paciente a ter alguma ideia do que fazer, porém apenas a recomendação médica é capaz de indicar corretamente qual é o melhor tratamento.

tratamento de fertilidade

Tratamentos Mais Conhecidos

PDG – O Diagnóstico Genético Pré-Implantacional se trata da análise cromossômica do embrião em formação. Esse processo permite detectar com antecedência as possibilidades de sobrevivência do embrião e a probabilidade de doenças gênicas. Tal tratamento é indicado quando a paciente já tentou engravidar outras vezes e ocorreu interrupção natural na gestação, ou em casos de complementar os tratamentos para fertilização em laboratório.

ICSI – Injeção de espermatozoide dentro do óvulo através de micromanipulação. Essa técnica atinge até 60% de sucesso e possibilita que homens com problemas para a liberação dos espermatozoides, mas que conseguem produzi-los, possam ter filhos. Um caso de problema de bloqueio no epídidimo, ducto de condução dos espermatozoides. Os gametas masculinos são coletados por sucção ou diretamente no saco escrotal e inseridos no óvulo pelo mesmo meio que o realizado para a fertilização in-vitro. Esse é um tratamento indicado quando a infertilidade não é de uma causa hormonal.

Ovulação Induzida – Quando distúrbios na ovulação são detectados pelos exames, essa técnica é utilizada, ou ainda para tratamentos de ovários policísticos, mas ainda é mais conhecida como parte dos tratamentos de inseminação artificial e fertilização in-vitro. Se trata da aplicação de hormônios responsáveis pela continuidade do ciclo do sistema reprodutor. O tratamento é feito com a indução da produção de um óvulo na época certa, com isso o médico pode indicar ao casal quando ter relações. Nessa técnica, no entanto, é extremamente necessário o acompanhamento das respostar dos ovários, para evitar uma hiperestimulações ovariana ou a contração de cistos – monitoramento através de ultrassom intravaginal.

teste de urina

Inseminação Intrauterina – Essa técnica é bastante direta, sendo a mesma colocação de espermatozoides dentro do útero após 36 horas da ovulação. Também é um caso recomendado quando há distúrbios de ovulação, mas também para quando o muco cervical é agressivo aos espermatozoides, os matando ainda no canal vaginal; também é indicado para casos de endometriose, quando a doença ainda não atingiu as trompas uterinas. Mas, em geral, é uma técnica utilizada em casos de infertilidade indeterminada. A técnica costuma apresentar muitos resultados positivos, mas para isso é preciso espermatozoides de boa qualidade e que as trompas uterinas estejam bastante permeáveis.

Possibilidade de Sucesso

A depender da técnica utilizada existem mais ou menos chances de sucesso para o tratamento, entre todas elas a Ovulação Induzida é a técnica que mias apresenta resultados positivos, pois pode ser realizada mais de uma vez, cerca de 80% dos tratamentos dão certo. Os casos de ICSI vêm logo atrás com 56% de possibilidade de sucesso. Em geral, os outros tratamentos tem uma eficácia entre 20 e 25%, sendo que quanto mais velha a mulher menores são as chances do tratamento funcionar.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.