Principais Causas de Infertilidade

Conheça os motivos mais comuns da infertilidade

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas

O Milagre da Gravidez

A infertilidade é um tabu, ao menos na sociedade ocidental, em que o direito de ter filhos é assegurado e é também o sonho da maioria dos casais. Apesar do tabu, os problemas são tão comuns que considera-se que a cada seis casais, um possua problemas de fertilidade. Nem sempre o caso é uma infertilidade total, mas sim algum problema que impeça a concepção de forma natural. Com os tratamentos certos e ajuda de bons profissionais os casais podem contornar essas dificuldades e serem felizes.

A primeira suspeita de que um casal possa ter algum problema de fertilidade é estar a mais de um ano tentando engravidar e não obter resultados positivos. A partir daí, eles podem optar por procurar um médico e realizar alguns testes de fertilidade.

exame negativo

Problemas na Mulher – Responsáveis por cerca de 40% dos casos de infertilidade

Endometriose: 

o quadro é uma das principais causas de infertilidade femininas e ocorre quando o tecido uterino cresce demasiadamente, crescendo fora do útero. Os principais sintomas são percebidos durante o período menstrual, com muita cólica, sangramentos abundantes e irregulares. Em muitos casos, quando a mulher consegue engravidar ocorre aborto espontâneo. O principal tratamento é feito com uma laparoscopia para retirar o tecido em excesso, as chances de recuperação ficam entre 40 e 60% e a maioria das mulheres consegue engravidar até 1 ano após o tratamento.

Problemas de Ovulação: 

em geral ligados a distúrbios hormonais, impede que os óvulos sejam liberados ou podem atrasar ou adiantar sua liberação. Os sintomas envolvem menstruação irregular, ausência ou sangramento leve ou forte demais. Os tratamentos dependem do distúrbio, mas quase sempre são feitos com medicamentos para regular os hormônios, além de estimulantes. Quando necessário podem optar por uma fertilização in-vitro. 70% das mulheres conseguem ovular após tratamento hormonal.

Óvulo de Baixa Qualidade: 

problema ligado principalmente a idade, pode acontecer a liberação de óvulos com má formação cromossômica, que não conseguem se desenvolver. Esse caso não apresenta nenhum sintoma, então só pode ser avaliado com exames laboratoriais específicos. O caso não possui tratamento, mas a paciente pode engravidar com um óvulo de doador.

Síndrome de Ovários Policísticos: 

também ligado ao desequilíbrio hormonal, é um acúmulo de cistos nos ovários. Entre os sintomas estão a menstruação irregular, o excesso de pelos, acne e ganho de peso. O tratamento pode ser feito com base em medicamentos hormanais ou através da fertilização in-vitro, contudo 70% das mulheres que optam pela medicação acabam ovulando de forma regular.

Obstrução nas Trompas: 

causadas por doenças inflamatórias ou doenças sexualmente transmissíveis, a obstrução das trompas impede que os óvulos cheguem ao cólon do útero e assim impede que sejam fertilizados. Não há sintomas para o problema e a solução é cirúrgica, com a realização de laparoscopia para desobstrução das trombas uterinas, quando a operação não dá certo, utiliza-se a fertilização in-vitro prioritariamente.

infertilidade

Problemas no Homem – Responsáveis por cerca de 40% dos casos de infertilidade

Varicocele:

é a ocorrência de varizes nos testículos, aumentam a temperatura da área e por isso afetam a produção de espermatozoides. Pode ser detectada com um espermograma, ou através do toque por um médico ou pelo próprio paciente que sinta que as veias da região estão maiores. A solução para o problema é uma cirurgia incisiva.

Anomalia nos Gametas: 

Alguns espermatozoides podem apresentar formato diferenciado,

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.