Mitos e Verdades Sobre a Fertilidade

Entenda melhor o processo de fertilidade através dos mitos e verdades

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas

O Milagre da Gravidez

Antes de pensar sobre a quantidade de informações que se fala a respeito da fertilidade, é importante parar para pensar no que é a mesma. A fertilidade é uma palavra que define a capacidade biológica de produzir, assim, não é uma capacidade restrita aos humanos, primatas, mamíferos, animais. Pelo contrário, a natureza apresenta fertilidade em quase todas as suas formas, os órgãos reprodutores possuem até mesmo analogias entre plantas e animais.

Agora, depois de pensar sobre a capacidade de se reproduzir fica mais fácil manter a mente aberta aos mitos e verdades que envolvem o processo. Sabe-se que a reprodução é determinada não apenas pela existência dos órgãos específicos para isso no nosso corpo mas também da ação de substâncias químicas metabolizadas pelo nosso organismo, em geral, os esteroides. Esses hormônios agem na produção de gametas e na facilitação do processo de reprodução, assim, como a produção hormonal é determinada pelo sistema nervosos ela pode estar suscetível à diversas alterações.

fertilidade

Os Principais Mitos Sobre a Fertilidade

O uso prolongado de pílulas anticoncepcionais interferem na fertilidade?

Não há estudos que comprovam esse fato, embora observações cotidianas apontem para isso, pelo contrário, alguns estudos apontam que o uso de pílula anticoncepcional protege a fertilidade da mulher – o que faz sentido, pois a pílula induz que não haja a maturação e liberação de um óvulo que seria “desperdiçado” quando não houvesse fecundação.

A síndrome dos ovários policísticos impede a mulher de engravidar.

A SOP reduz as chances de concepção, pois está associada a redução da maturação e liberação de óvulos, a ovulação, de forma geral é errado dizer que ela anula as chances de gravidez, pois a mulher ovula menos, mas ovula.

gravidez

Alimentos afrodisíacos aumentam a fertilidade? As posições sexuais ajudam na fertilidade?

Os alimentos afrodisíacos atuam no aumento de libido, ou seja, seu consumo pode interferir no desejo sexual, mas a sexualidade não tem nenhuma relação biológica com a fertilidade. Da mesma forma, a forma com que a relação sexual é praticada não interfere na fertilidade, o que se comprova através de estudos é que determinadas posições facilitam o acesso dos espermatozoides ao útero e, logicamente, aos ovários. A fertilidade é um fenômeno, sobretudo, químico.

Os problemas de fertilidade estão mais associados as mulheres.

As mulheres tomam a frente de descoberta de muitos casos relacionados a saúde, mas isso se deve a uma cultura global que faz com que as mulheres sejam mais propensas a procurar médicos e tratamentos, enquanto homens se recusam mais a isso. Analogicamente é uma estatística parecia com a da mortalidade, mulheres tem expectativa de vida maior por procurarem mais cuidar da saúde. Nenhum gênero representa mais os problemas com infertilidade, as estatísticas apontam que para ambos os riscos de ter algum problema são de 40%.

As Principais Verdades Sobre a Fertilidade

O peso e a idade avançada interferem na fertilidade.

Nesse caso, sim, principalmente as mulheres estão sujeitas a infertilidade por fatores relacionados a idade e ao peso. No primeiro caso isso acontece porque a mulher já nasce com as células germinativas que se tornarão ovários, ela os usurá durante toda a sua vida e a partir dos 50 anos essa quantidade de células começa a decair, mas cerca de 20 anos antes disso sintomas como alteração dos hormônios e afinamento da parede uterina já comprometem a fertilidade. Quanto ao peso, ele também influencia na produção hormonal, mulheres muito acima ou abaixo do peso ideal podem não ter ovulação.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.