Indutores de Ovulação

Indutores de ovulação são uma alternativa para mulheres que não ovulam espontaneamente

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas

O Milagre da Gravidez

Os indutores de ovulação são remédios a base da substância citrato de clomifeno que induzem mulheres que tem ovulação irregular ou não ovulam, por exemplo, mulheres portadoras da síndrome do ovário policístico, a indução química da ovulação é feita quando os médicos verificam que a mulher não tem problemas físicos para a ovulação e concepção ou quando a infertilidade de um casal não possui explicação, quando o homem possui espermatozoides normais e a mulher não apresenta alterações no sistema reprodutor.

calendário de ovulação

Calendário de ovulação

Como os Indutores Funcionam?

O citrato de clomifeno age na hipófise da paciente, acarretando a maior produção de dois hormônios que estimulam a liberação do óvulo pelo ovário.  O medicamento estimula que a hipófise produza mais hormônio FSH (folículo estimulante), que atua na maturação dos óvulos, no ovário. O fim do medicamento estimula outra parte do cérebro, o hipotálamo, que libera o LH (hormônio luteinizante), que completa a ovulação avisando para os ovários que está na hora de liberar óvulos maduros.

As mulheres que precisam do indutor de ovulação chegam a usa-lo por até 6 ciclos, em geral é preciso de pelo menos 3 para que a ovulação ocorra regularmente, os comprimidos são tomados durante o período menstrual, em geral, inicia-se a tomar a partir do segundo ou terceiro dia da menstruação e os resultados começam a aparecer entre cinco e nove dias após a mesma. Nesse período, ultrassons podem fazer o monitoramento dos ovários e detectar se  a ovulação está próxima de ocorrer.

Nas mulheres portadoras da Síndrome dos Ovários Policisticos, a SOP, o remédio pode não fazer efeito, pois estima-se que cerca de 40% das mulheres que têm a síndrome são resistentes ao clomifeno. Tal resistência é mais frequente em mulheres obesas, com IMC acima de 25, mesmo sem a ação do indutor a perda de peso é um fator determinante para a ovulação, até mesmo uma pequena perda pode aumentar as chances naturais de uma mulher ovular.

óvulo e espermatozóide

Indutores no Brasil

O citrato de clomifeno é vendido em pílulas, no Brasil entre os principais medicamentos indutores estão o Clomid e o Indux. Ambos são medicamentos de uso oral e que tem posologia semelhante, com acompanhamento médico devem ser realizados três ciclos de tratamento, alternando, podendo chegar  a até 12 ciclos alternados. O medicamento é absorvido pela parede intestinal e posteriormente eliminado nas fezes.

Durante o tratamento a paciente deve tomar precauções, pois caso ocorra gravidez durante o tratamento, o mesmo deve ser interrompido imediatamente, segundo as contra-indicações do medicamento, sob risco de provocar aborto. Apesar das semelhanças na atuação desses medicamentos, a principal diferença entre eles é  o preço: o Indux custa entre 23 e 25 reais, enquanto o Clomid pode apresentar valor desde 40 à 50 reais.

O investimento é pequeno, para a realização de um grande sonho, em geral. Muitas mulheres assim que iniciam o tratamento ficam ansiosas pelos resultados ou por saber se o método é realmente eficaz, médicos apontam que a taxa de sucesso do tratamento é de 10 a 15% logo nos primeiros ciclos, para uma mulher normal e dentro da idade ideal para a gravidez.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.