Hipotireoidismo Pode Dificultar a Gravidez

O hipotireoidismo desregula as funções hormonais e pode causar problemas para quem deseja engravidar.

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas

O Milagre da Gravidez

A tireoide é uma das principais e maiores glândulas endócrinas do nosso corpo, situada na parte frontal do pescoço. A glândula age regulando funções básicas do corpo humano, relacionadas ao coração, cérebro, fígado e rins além de influenciar o crescimento e desenvolvimento nas crianças e adolescentes, além disso, seu perfeito estado de funcionamento é essencial para garantir o equilíbrio físico e psicológico, pois sua função também se relaciona com o humor, a concentração, o equilíbrio emocional e a memória, além da fertilidade.

A disfunção na tireoide pode acarretar problemas em todas as partes do corpo em que ela atua, a depender do que ocorre. O hipertireoidismo é um distúrbio que ocorre por excesso de atividade da tireoide, em resposta a isso o corpo passa a agir de forma mais rápida: o coração acelera, o intestino se solta e a pessoa fica mais agitada, assim como dorme menos, ficando mais cansada, apesar de se sentir com mais energia. Quando ocorre hipotireoidismo falta “energia” para o corpo, tudo funciona mais devagar, o cansaço e o sono se tornam excessivos e com as funções mais lentas, também há ganho de peso e aumento do colesterol, o hipotireoidismo pode levar até a depressão.

teste de gravidez nagetivo

Como o Hipotireoidismo Pode Dificultar a Gravidez?

Um dos hormônios produzidos pela tireoide é a tiroxina, que atua na ovulação e na fertilidade, entre outras funções que a tornam conhecida como “maestro do metabolismo”. Quando ocorre hipotireoidismo a produção desse hormônio é afetada, causando dificuldade na ovulação, que se torna irregular. Existem dois tipos de hipotireoidismo, o instalado, no qual os níveis altos de prolactina que são dados ao organismo podem impedir a ovulação, e o hipotireoidismo subclínico, que traz maiores problemas para a fertilidade, pois altera as fases do organismo feminino e impede a ovulação e o desenvolvimento correto do endométrio.

A mulher que deseja engravidar deve chegar a sua tiroide com exames médicos, mesmo que não tenha o ciclo menstrual irregular, pois os problemas com a mesma podem acontecer sem sintomas aparentes, somente um exame médico pode determinar a quantas anda a taxa de reposição da tiroxina, se esta estiver muito baixa, deverá ser realizado um tratamento de controle e  de reposição para evitar que a mulher não ovule, aumentando as chances de concepção.

hipotireoidismo

Problemas na Tireoide Podem Afetar uma Mulher Grávida?

Se a mulher já estiver grávida quando descobrir sua disfunção na tireoide, deve manter o controle dos hormônios, se eles estiverem bem controlados não haverá risco, caso contrário, o desenvolvimento do sistema nervoso do feto ficará comprometido, uma vez que os hormônios da tireoide atuam principalmente no desenvolvimento do cérebro do bebê.

Além disso, se não forem tomados os cuidados corretos com relação a gravidez, os problemas na tireoide materna podem levar ao maior risco de aborto espontâneo, desenvolvimento de pré-eclâmpsia e de problemas no desenvolvimento cardíaco. Os médicos podem até mesmo dar doses maiores de medicação para a tireoide durante a gravidez, se necessário, para que não falte nada ao bebê. Essa decisão deve ser tomada apenas por um médico especialista no caso, lembrando também que é uma condição que varia de pessoa para pessoa, em hipótese alguma a auto-medicação deve ser feita.

1 comentário

  1. jessica (08/09/2014)

    tenho 22 anos e ha 2 semanas descobri o hipotiroidismo, tentando engravidar fiz os exames, tsh 36,45 a medica passou levotiroxina 50mg gostaria de saber quanto tempo demora para regular..

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.