Gravidez Após os 40

Saiba quais sãos as dificuldades para uma gestante aos 40 e tratamentos para engravidar

Artigo publicado por Beatriz nas categorias: Dicas, Dúvidas

A mudança cultural do papel feminino na sociedade pode ser apontada como um dos principais fatores para que, atualmente, mulheres deixem para ter filhos com uma idade mais avançada. Mas ele não é o único, no Brasil, o chamado êxodo rural ainda é visto como acontecimento recente e influencia muito sobre a decisão de quando e quantos filhos ter e quando tê-los, afinal, a vida urbana é cara.

Assim, buscar por estabilidade e pela realização pessoal passou a estar a frente de constituir uma família, muitas pessoas casam mais tarde e têm filhos mais tarde. Para as mulheres a dificuldade em se tomar essa decisão, de colocar carreira ou outros assuntos à frente de uma gravidez, tem dificuldade biológica, pois com o tempo o aparelho reprodutor feminino passa por modificações que dificultam a gravidez, e os hormônios que mantém a fertilidade do corpo diminuem.

Engravidar após os 40

Dificuldades para uma gestante após os 40

Independente de ter filhos ou não, ao ficar mais velha a mulher terá mais dificuldade para conseguir engravidar. As mulheres já nascem com os seus óvulos, mas a partir dos 35 anos a possibilidade de liberação do óvulos férteis durante a ovulação cai bastante. Estima-se que a idade mais fértil de uma mulher é entre 20 e 25 anos, com 35 anos a quantidade de óvulos férteis chega a ser a metade do que era aos 25, aos 40 metade do que era aos 35.

Para a mulher que consegue engravidar, mesmo com fertilização in vitro, ainda há a possibilidade de maiores dificuldades durante a gestação. Para a mulher mais velha, o risco de contrair diabetes mellitus gestacional ou pressão alta é maior. Há o risco de problemas na placenta ou no parto, por conta da queda dos hormônios que controlam essas funções do corpo.

Também é preciso se preparar para a possibilidade de problemas com o bebê, pois a taxa percentual de alterações cromossômicas e má formações é maior para mães mais velhas. Há grande incidência de abortamentos e crianças que nascem com baixo peso, além de crianças que já nascem com a possibilidade futura de desenvolver diabetes e hipertensão. A taxa de nascimento de natimortos também é maior entre mulheres com mais de 40 anos.

Fertilização ou concepção natural?

A fertilização in vitro é o caminho escolhido por muitas mulheres que querem engravidar após os 40 anos. Embora ainda seja um método caro, utilizar óvulos doados pode reduzir muito o risco de problemas com o feto, pois muitos dos fatores que levam a essas problemas estão ligados à maturidade do óvulo.

Fertilização In Vitro

Mesmo que a mulher não opte por fazer uma fertilização de um óvulo doado, ela pode se submeter a tratamentos para aumentar as chances de concepção natural. Pesquisas apontam que, em média, as mulher com 40 anos que se submetem a tratamentos tem 25% a mais de chances de concepção. Aos 43 anos, por exemplo, a chance de engravidar com seus próprios óvulos e sem tratamento é cerca de 10% apenas.

A mulher pode não excluir totalmente a chance de engravidar com seus próprios óvulos e sem tratamento após os 40 anos, mas deve ter ciência de que esses casos são raros.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.