Como Parar o AC para Engravidar

Os mais diferentes métodos de gravidez pedem interrupção adequada para uma tentativa de gravidez.

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas

O Milagre da Gravidez

Decidir ter um bebê envolve muitas mudanças, a primeira delas é óbvia, o casal tem que parar de usar métodos para impedir a concepção. Quando se faz uso de pílula ou outro tipo de anticoncepcional, como injeções, as dúvidas aparecem, afinal como lidar com essa interrupção para que não prejudique a possível gestação? Embora a tentação seja parar imediatamente, mesmo que no meio de uma cartela de comprimidos, preste atenção na preparação que seu corpo precisa para engravidar e não aja por impulso, para não ter nenhum problema relacionado a isso que influencie na dificuldade pra engravidar.

tomar anticoncepcional

Como Interromper Pílulas para Engravidar?

Existem dois tipos de pílula, a mais comum combina os hormônios estrógeno e progesterona, em geral essas apresentam um intervalo no seu uso, que é quando a menstruação ocorre. O consumo de uma cartela completa antes de parar é o ideal, pois parar na metade pode deixar o seu ciclo hormonal desregulado. Contudo, é importante estar ciente que a primeira menstruação após um mês sem tomar pílula pode atrasar, é importante saber disso para não criar esperanças com um falso alerta de gravidez, esse tipo de reviravolta emocional pode atrapalhar a intenção de ter um filho, pois a alteração emocional pode alterar os hormônios femininos que são responsáveis pela ovulação.

No caso de tomar uma pílula sem intervalo, das fabricadas apenas com progesterona, você pode interromper o uso no meio da cartela, no entanto o atraso menstrual também irá ocorrer. Em ambos os casos, recomenda-se que só inicie as tentativas de verdade após 5 meses sem usar a pílula, não correndo risco de ter influências dela no seu ciclo.

Como Interromper Outras Formas de Contracepção?

Algumas pessoas utilizam anticoncepcionais com variadas formas de aplicação, desde injeções a adesivos. Cada um desses métodos tem a sua interrupção feita de uma melhor forma. As injeções anticoncepcionais, em geral, são válidas por 3 meses, para controle da fertilidade, para interromper o tratamento basta não tomar a próxima dose, no entanto, quase sempre se relata que a validade delas vai além dos 3 meses, havendo casos de mulheres que ficaram até 6 meses sem menstruar após parar com as injeções.

pílula anticoncepcional

Outra forma de contracepção é o implante hormonal subcutâneo, uma implantação que libera progesterona no organismo, sua retirada deve ser realizada por um médico, através de cirurgia, no momento em que é retirado cessam os seus efeitos sobre o organismo. A mesma coisa acontece com o adesivo anticoncepcional, porém recomenda-se que somente se retire ele quando estiver no final de sua validade.

Em caso de uso de DIU ou de Anel Vaginal, vai ser preciso retirá-los. O DIU deve ser retirado por um médico, enquanto o anel pode ser retirado por você mesma, mas deve ser feito isso na data programada para a troca, evitando problemas, no entanto, não coloque um anel novo. Em todos esses últimos casos, é aconselhável, mais uma vez, aguardar pelo menos um ciclo menstrual para depois dar como “iniciada” as tentativas de engravidar, principalmente para evitar o estresse hormonal decorrente de se acostumar com o corpo novamente, afinal deixar de usar métodos contraceptivos sempre irá influenciar o corpo feminino.

1 comentário

  1. Ester (20/04/2016)

    E as injeções mensais? Quanto tempo tenho que parar? Achei este site http://cyclofemina.com.br/ da injeção Cyclofemina mas quero mais informações. Aguardo a resposta.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.