Como Calcular a Ovulação pelo Muco Vaginal

Saiba como calcular a sua ovulação através da análise do muco vaginal

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dicas

O Milagre da Gravidez

As mulheres têm vários tipos de secreções vaginais, que podem ou não indicar uma alteração ruim no organismo. A própria palavra secreção já é comumente associada à doenças, sobretudo as bacterioses, como a candidíase, quando na verdade a secreção é a forma das células humanas lançarem produtos úteis ao nosso organismo para fora.
O muco vaginal, ou muco cervical, é um muco produzido no colo do útero pela presença do estrogênio, costuma se apresentar de forma mais espessa durante o ciclo menstrual, mas quando chega a ovulação, o muco se afina, possibilitando a passagem dos espermatozoides e a sua sobrevivência.

Calculando a Ovulação

Como Saber que o Muco Indica ovulação?

Para saber se o muco cervical indica ovulação a mulher precisa se manter observando a secreção, pois durante todo o ciclo ela sofre alteração, tanto em quantidade, como textura e cor. Logo nos primeiros dias após a menstruação a mulher pode se sentir passando de “seca”, porque após o sangramento quase não há secreção, até começar a perceber uma secreção mais opaca e em pouca quantidade.

O muco que a mulher que deseja engravidar procura é o que tem a aparência de clara de ovo, apenas observando a sua aparência a mulher já consegue saber que há a possibilidade dela engravidar. Uma das qualidades desse muco é a sua grande elasticidade, que pode ser percebida pela mulher ao colocar um pouco no dedo e estica-lo, irá notar que o muco pode se esticar, sem estourar, vários centímetros. A textura desse muco é mais líquida em relação ao muco fora da ovulação, isso pode dar a mulher a sensação de roupa molhada.

A mulher deve ficar atenta, pois a formação do muco “ótimo” não é definida, ela varia de mulher para mulher, pois algumas mulheres possuem ciclos mais curtos que outras. Até mesmo uma menstruação mais longa pode levar a mulher a passar da menstruação direto ao período fértil, por isso é preciso observar sempre.

Sobrevivência do Espermatozóide

Depois do muco da ovulação, a mulher secreta um muco cervical mais denso e gelatinoso, bem menos elástico e de cor esbranquiçada, muitas pessoas pensam que esse é o muco bom para a ovulação, por parecer mais gelatinoso, mas nesse caso o muco não ajuda os espermatozoides a se movimentarem, o que pode leva-los a morte antes de chegar às trompas. Mesmo assim, se a mulher está secretando esse muco e não o muco claro, como a clara de ovo, é porque certamente não há nenhum óvulo para ser fecundado.

Como o Muco Ajuda na Sobrevivência dos Espermatozoides?

O canal vaginal é um meio ácido, o que pode prejudicar a sobrevivência de algumas células – os espermatozoides podem ficar por até três dias no canal vaginal, o muco estabiliza o pH vaginal para ajudar na sua sobrevivência, além de tornar a movimentação dos gametas masculinos mais fácil no ambiente escorregadio.

O espermatozoide não chega ao canal vaginal desprotegido, pois as secreções que formam o sêmen são secretadas justamente para servir de “escudo” ao pH ácido, pois são substâncias alcalinas, assim, o muco cervical é mais uma ajuda para as células chegarem ao seu objetivo final – a fecundação.

2 comentários

  1. marina (06/02/2016)

    nunca mestruei e sai um bagulho branco esquisito n minha calçinha e n consigo descobri oque e

  2. Anita (04/06/2016)

    Olá minha duvida é se posso engravidar tendo relações 6 dias antes do dia exato da ovulação? Tive relações como o meu marido dia 28/05 e o dia da minha ovulação pela identificação do muco cervical muito elástico de 5cm quase, foi ontem dia 3/06.
    Há probabilidades de engravidar ou são muitos dias?
    Obrigada

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.